Varizes (veias dilatadas cheias de sangue)

As varizes são veias dilatadas cheias de sangue. O sangue faz com que elas pareçam avermelhadas, azuladas ou de cor púrpura. Estas veias encontram-se, geralmente, nas pernas, mas é possível ter varizes noutras partes do corpo, tal como na zona do ânus (hemorróidas).

Causas das varizes:

As veias das pernas possuem válvulas que ajudam o sangue a regressar ao coração. Por vezes, as válvulas enfraquecem e permitem que existam fugas de sangue para trás. Isto pode causar uma pressão excessiva sobre as veias e fazer com que elas dilatem. O factor hereditário pode ter um papel fundamental no aparecimento da doença. Outras causas podem estar relacionadas com posicionamento habitual de pé por tempo prolongado, com a gravidez ou com outras doenças venosas. Poderá ainda ganhar varizes na sequência de doenças que exerçam demasiada pressão no abdómen (barriga) e, consequentemente, nas pernas.

Sinais e sintomas de varizes:

Poderá ter veias dilatadas, reticulares ou azuladas visíveis sob a pele. Outros sinais poderão incluir inchaço, dor ou sensação de peso nas pernas, geralmente após situações de cansaço ou depois de ter estado muito tempo de pé (ao fim do dia).

Como se Diagnostica:

O diagnóstico é feito através da observação clínica por um médico. Poderá haver necessidade de utilização de um exame complementar de diagnóstico que é a angiodinografia (ecodoppler a cores ou triplex scan) e que consiste numa ecografia onde é possível visualizar e escutar o fluxo sanguíneo. Em raras situações é importante a realização de uma flebografia.

Prevenção e Cuidados a ter:

Utilizar uma meia de contenção elástica. Coloque-a antes de se levantar. Repouse bastante e coloque as pernas a um nível superior ao do coração. Não deverá vestir roupas justas na cintura. Deverá praticar exercício físico três ou mais vezes por semana para tentar evitar ganhar varizes. Em caso de obesidade, poderá ter de perder peso.

Riscos e Complicações das varizes:

Se a insuficiência venosa que gera as varizes for deixada sem tratamento, acabará por desenvolver complicações, já que a evolução é progressiva. Dependendo dos casos, o agravamento é mais ou menos rápido. Para além das questões estéticas, já que as varizes vão aumentando progressivamente em tamanho e número, começam a aparecer lesões na pele ao nível dos tornozelos, mais frequentemente no lado interno. Assim, a pele começa a ficar atrófica, perde elasticidade, fica seca, descamativa e causa comichão. Vão aparecendo manchas e pequenos derrames junto ao tornozelo, acabando por abrir uma ferida, muito dolorosa e de difícil cicatrização, que se chama úlcera varicosa.

Tratamento de varizes:

Poderá necessitar de realizar uma cirurgia para tratar as varizes ou injecções de um composto químico para coagular e cicatrizar as varizes pequenas (secagem). Outras veias encarregar-se-ão, então, da circulação sanguínea na área afectada.

Leave a Comment

*