Mamoplastia de aumento

A mamoplastia de aumento satisfaz o desejo natural de uma boa aparência e agrada ás mulheres cujas mamas não se encaixam no seu ideal estético. A mamoplastia de aumento é uma cirurgia plástica para aumentar o volume da mama e a sua forma, o que de certo modo irá ajudá-la a se sentir-se melhor consigo mesma.

Geralmente faz-se este procedimento em mulheres insatisfeitas devido aos seus seios não se terem desenvolvido tanto o quanto esperavam. O aumento dos seios é também recomendado para mulheres que querem igualar o tamanho dos dois seios, devido á existencia de uma mama maior que a outra, desejam restaurar o volume natural dos seios devido aos efeitos adversos de uma gravidez ou, por perda de peso consequente da idade. Este tipo de cirurgia oferece soluções específicas para cada caso.

Recomendações:

PRÉ-OPERATORIO DA MAMOPLASTIA DE AUMENTO
Tal como acontece com todas as intervenções, é essencial fazer um exame médico para detectar possíveis anomalias que possam contra-indicar a operação. O Aumento de mama feito através de implantes mamarios, é uma técnica minuciosa e, portanto, exige uma avaliação adequada para cada caso, de forma a que o resultado final alcanse os resultados desejados. Entre outras coisas, esta avaliação examina o volume, projeção, tipo de silhueta e a qualidade da pele.

A partir desta avaliação preliminar, define-se qual o tipo de prótese a usar e o volume em ml que melhor se adapta às suas necessidades. Normalmente é aconselhável o uso de uma prótese cujas dimensões correspondam às ações do peito natural de forma a permitir obter-se um aumento estetico quase natural.

Para escolher o tamanho exato da protese e estabelecer o tamanho adequado, mede-se o comprimento, altura e projeção desejadas. Também podem ser feitos alguns testes ao volume da protese que a paciente deseja, preenchendo o sutiã com o tamanho que lhe é desejado.

Se você estiver a tomar alguma medicação, tanto o cirurgião plástico como o anestesista lhe irão dizer quais os passos a seguir.

ANESTESIA UTILIZADA NA MAMOPLASTIA DE AUMENTO
Nesta cirurgia é aconselhável a utilização de anestesia geral. O paciente estará a dormir durante toda a operação, de forma a permitir um melhor relaxamento muscular e, portanto, facilitar todo o trabalho do cirurgião plástico.

PROCEDIMENTO CIRURGICO
A mamoplastia de aumento é uma técnica cirúrgica que envolve a implantação de uma prótese de mama sob a fáscia do músculo peitoral. O cirurgião decidirá o que é mais adequado, dependendo da sua anatomia e do tamanho da mama existente. A protese geralmente é implantada sobre a musculatura para que tenha uma maior cobertura dos tecidos do próprio corpo.

O procedimento envolve fazer uma pequena incisão na aréola ou em casos muito excepcionais, no sulco sobre o seio. Marioritariamente é usada a primeira abordagem, pois permite uma boa abordagem e uma cicatriz bem mais escondida e perfeita. Uma vez inserido o implante, a incisão é cozida (suturada) e colocado um dreno que permanecerá durante 24 horas. Como resultado da operação, poderá notar uma perda temporária de sensibilidade na área, que normalmente vai recuperar plenamente de forma gradual e progressiva. A duração da intervenção é de cerca de uma hora. Na Hospitalização, uma vez que foi feita a cirurgia o paciente permanece uma hora e pode ser gerida como um ambulatório.

PÓS OPERATORIO DA MAMOPLASTIA DE AUMENTO
Após a cirurgia, mantem-se uma bandagem de pressão que é retirada no dia seguinte, e é substituida por um sutiã especial cirurgico que mantém a prótese no local desejado para evitar hematomas e outros problemas. Os pontos são retirados após sete dias.

Uma vez que a prótese foi colocada passado uma semana de operação, é aconselhável fazer uma massagem suave, o cirurgião irá explicar como fazê-los e qual a sua intensidade. Também é importante tentar manter a pele hidratada, aplicar cremes para minimizar a cicatriz. Uma vez retirados os pontos proteja os seios do sol até um ano após a intervenção. Hoje em dia, para minimizar esta cicatriz já existem folhas de silicone ou poliuretano disponiveis no mercado. Mesmo assim, deve-se ter em mente que a cura depende de vários fatores pessoais e de cada tipo de pele. A fim de se poder avaliar a evolução de uma cicatrização o paciente terá de esperar vários meses. Se depois desse periodo a cicatriz tiver uma aparência avermelhada ou pigmentada, então poderá ser tratada com um tratamento a laser para micropigmentação. O cirurgião vai recomendar o tratamento mais adequado para cada caso específico.

Durante o primeiro mês, não deve dormir de bruços e usar um sutiã sem aro, use o tipico sutiã de desporto. Durante as primeiras duas ou três semanas é aconselhável dormir com ele. A sua utilização vai fazer você se sentir mais confortável e vai aliviar algum desconforto causado pelo inchaço pós operatório. Após esse tempo, pode ser usado qualquer um, incluindo aros.

Ao sair da clínica, você pode iniciar as atividades normais tomando cuidado para não fazer movimentos forçados e movimentos espasmódicos exagerados e evitar trabalho pesado. Você pode viajar no dia seguinte à intervenção, tendo em conta que durante a primeira semana volte ao escritório para controles pós-operatórios.

Uma semana após o aumento de mama podem-se depilar suas axilas. Durante os primeiros dez dias são recomendados duches rápidos para evitar o máximo contato da água com as cicatrizes. O exercício físico e levantamento de pesos pode ser retomado gradualmente meses após a cirurgia.

Quanto à vida profissional, a sua reintegração dependerá do tipo de trabalho que você faz. Se o trabalho é um emprego de escritório este pode ser incorporado no segundo dia após a cirurgia. Para trabalhos que exigem movimentos ou esforços maiores, tais como massagem, cabeleireiro, etc., deve esperar 7 a 10 dias antes de o retomar.

RESULTADOS DA MAMOPLASTIA DE AUMENTO
O resultado estético da cirurgia de aumento de mama é excelente uma vez que o processo de cicatrização e inflamação dos seios apresentar uma aparência sólida e uma consistência natural.

Se você quiser uma idéia dos resultados da operação, pode ver alguns casos, sempre anônimos, com imagens de antes e depois de pacientes com características semelhantes às suas no final do artigo. O cirurgião plástico que escolher vai esclarecer-lhe todas as dúvidas e dar-lhe todo o tipo de explicações sobre as possibilidades e limites da intervenção.

PERGUNTAS E DUVIDAS MAIS FREQUENTES

O que é a mamoplastia de aumento?

É uma operação destinada a aumentar o tamanho do peito a fim de:
Melhorar o contorno do corpo da mulher
Corrigir o volume dos seios após uma gravidez
Corrigir o tamanho dos seios quando existe uma diferença significativa entre eles.

Como são colocados os implantes mamários ?
As incisões mais comum são feitas na dobra da pele sobre a mama ou ao redor da aréola, que são os mais comuns, os mais seguros e os que obtêm melhores resultados em função da espessura da glândula mamária, diminuindo a espessura submuscular para o implante ter uma aparência mais natural. Uma das vantagens da técnica submuscular é a de ter uma menor incidência de contratura capsular.

Quais são os riscos da cirurgia de aumento de mama?
Como com qualquer cirurgia, há riscos associados com o aumento da mama, embora os riscos neste tipo de cirurgia sejam mínimos. A complicação mais comum no período pós-operatório imediato, mas raro é o hematoma pós-operatório em menos de 1% dos casos. A segunda complicação mais frequente é a infecção pós-operatória em 0,5% dos casos. O mais comum e mais frequente e menos grave é a contratura capsular que ocorre dentro dos primeiros 6 meses pós-operatórios, com uma média de 10%.

Que tipo de anestesia é usada?
Esta operação usa a anestesia geral balanceada com medicação hepatotóxica de baixo risco em pacientes saudáveis, e é feito um acompanhamento contínuo e constante dos sinais vitais, que produz o despertar rápido e suave e agradável de baixo risco em pacientes saudáveis.

Preciso de internação na cirurgia de aumento de mama?
Não é necessário, esta pode ser gerida em ambulatório (operam na parte da manhã e dão alta do paciente no mesmo dia).

Pode-se amamentar após a cirurgia de aumento de mama?
A cirurgia de aumento dos seios não afeta a capacidade da mulher para a amamentação.

De Quanto tempo é o período de recuperação após a cirurgia da ampliação do peito?
A maioria das mulheres pode retornar ao trabalho em poucos dias ou uma semana. O exercício pode ser retomado normalmente três a quatro semanas após a cirurgia da ampliação do peito.

Quando posso fazer exercicio fisico?
Normalmente após o primeiro mês.

Quanto tempo duram os implantes mamarios?
Os implantes de prótese mamaria podem durar uma vida. No entanto, é importante fazer periodicamente uma mamografia de rotina para monitorar a sua condição.

Um pequeno golpe pode danificar a prótese?
Apenas no caso de um grave acidente que quebrar parte da cápsula, mas é um cenário muito improvável.

É possível que a protese rasgue ou rebente se você viajar de avião?
A resposta é não.

Será que o peso da prótese pode provocar a queda do peito (ptose)?
Não, desde que o tamanho do implante seja o ideal para a mulher. No entanto, existem muitas mulheres que procuram implantar um tamanho de prótese muito exagerada, nestes casos sim, poderá causar a queda do peito. Em qualquer caso, deve ter devidamente em conta as recomendações do seu cirurgião.

Depois da mamoplastia, é possível dar de mamar?
Normalmente sim. A paciente que se submete a este procedimento pode amamentar no futuro, exceto em casos excepcionais, por razões próprias da mama que não é possível.

Apesar das cicatrizes, pode-se apanhar sol de biquini ou sem a parte superior?
Os Biquínis pequenos podem ser usados, pois as cicatrizes serão completamente ocultadas. A partir da terceira semana, você pode-se bronzear sem sutiã, protegendo a cicatriz dod raios solares. Finalmente, depois de um ano você pode pegar o sol diretamente na linha de cicatriz.

As mamografias são ainda fiáveis após sofrer esse tipo de intervenção?
Sim, as mamografias são fiáveis e não precisam aumentar a sua incidência. Em alguns casos pode ser necessário fazer mais algumas mamografias para preencher os espaços que poderiam cobrir a prótese.

Um implante mamário pode causar câncer?
Não, em absoluto. É provado que não existe qualquer associação entre o cancro de mama e as próteses mamarias.

Como posso ter certeza de que a prótese foi implantada?
A secretária da Saúde exige que sejam entregues todos os comprovativos ao paciente, como os dados da marca do implante, volume, etc .-, bem como cirurgião.

Em que casos pode-se contra-indicar a operação?
A cirurgia da mama, como qualquer outro tipo de intervenção não é recomendada quando a paciente tem alguma doença ou problema medico que possa interferir com o processo cirúrgico ou se detectar uma possível reação à anestesia. Por isso, é essencial a realização de um estudo prévio da mama atraves de uma mamografia e um exame médico completo. É necessário também que os seios tenham completado o seu desenvolvimento total.

Quais são os riscos da mamoplastia de aumento?
Como com qualquer cirurgia, pode ocorrer hemorragia, infecção, hemorragia mais do que o habitual ou complicações relacionadas à anestesia.

Para riscos específicos, a maior preocupação da taxa de incidência é a contratura capsular (endurecimento da cicatriz que é criada em torno da prótese). Esta camada, chamada de cápsula, na maioria dos casos tem paredes finas e deixa o espaço suficiente para a prótese poder relaxar. Em uma pequena porcentagem das mulheres, a cápsula é grossa, ela se retrai e comprime o implante, causando endurecimento. A Contratura capsular pode ocorrer em um ou ambos os seios.

Há quatro diferentes graus de dureza ou de textura da faixa do peito. Em primeiro grau, temos uma prótese macia e sem contratura capsular. Na segunda série, a cápsula é um pouco dura. Esse endurecimento é resolvido com sessões de ultra-som combinados com massagens.

No grau terceiro e quarto, encontramos cápsulas muito difíceis. A solução é uma intervenção com o objectivo de ressecção parcial ou total da capsula, de modo a que tenha novamente o espaço suficiente para a prótese ser esticada e ficar mole de novo.

A Contratura pode ocorrer a qualquer momento. Não está claro por que algumas mulheres a produzem e às vezes não. Se após seis meses da cirurgia não se demonstraram sinais de endurecimento, é improvável de ocorrer.

A incidência de apresentação desta complicação é de cerca de 3%, segundo recentes estatísticas. No caso de ter tido a contratura capsular, o cirurgião deve explicar que as chances de recidiva não são como inicialmente, 3%, mas maiores.

Também pode haver perda ou diminuição da sensibilidade em alguma região localizada da mama ou do mamilo, que pode ser permanente, ou, inversamente, hipersensibilidade nestas mesmas áreas. Em relação às cicatrizes, podem ocorrer mudanças que podem requerer tratamento adicional após a cirurgia corretiva.

Refira-se tambem que os riscos descritos são muito raros.

FOTOS ANTES E DEPOIS DA MAMOPLASTIA DE AUMENTO
(Em actualizaçao)

PREÇOS AUMENTO DE MAMAS
Preço medio ainda em consulta

CLINICAS DE MAMOPLASTIA DE AUMENTO
Portugal
Lisboa – Clinica Newbody

– Clinica milénio – Dr Ângelo Rebelo
– Clinica mymoment
– Clinica de cirurgia plástica Ana Gonçalves

Leave a Comment

*